Buscar

|
Virtual Aluno
|
|
24 2244-4044
A pandemia e o novo coronavírus não apenas mudou a rotina do mundo todo, como também foi o tema da aula inaugural do mestrado em Psicologia da UCP, que aconteceu remotamente nesta quarta-feira (29.04). Com o tema A Psicologia Hospitalar e da Saúde no enfrentamento do coronavírus: necessidade e proposta de atuação, o evento reuniu na plataforma 160 pessoas - entre professores, estudantes de graduação, mestrandos e público externo - que interagiram no chat com dúvidas e participando do debate.

O encontro virtual foi ministrado pela professora adjunta no Departamento de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFJF, Fabiane Rossi dos Santos Grincenkov. Ela também é coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Investigação em Psicossomática, Saúde e Organizações (NUIPSO/UFJF) e Tutora na Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto e Atenção Hospitalar do Hospital Universitário/UFJF. A abertura contou com a participação do coordenador do mestrado, prof. Luis Antônio Monteiro, e da vice-diretora do Centro de Ciências da Saúde da UCP e coordenadora da graduação em Psicologia, profª. Rosilene Ribeiro.


Na abertura foi exibida a homenagem dos alunos de Música - grupos
musicais, licenciatura e da Escola de Música - para o momento que vivemos

A professora apresentou informações importantes sobre a atuação dos profissionais de saúde no período de pandemia, relatando a experiência das equipes que participa; além de abordar questões referentes à comunicação de notícias difíceis, como a morte, a confirmação do diagnóstico ou agravamento do quadro. Também falou sobre a carência de protocolos ou evidências científicas a serem aplicadas no momento e o esforço para adaptação de práticas profissionais já desenvolvidas para este período atípico. Na ocasião, ela também problematizou as possíveis consequências do isolamento social e do luto complicado na saúde mental das pessoas pós-pandemia.

“O evento sobre uma temática altamente relevante do ponto de vista teórico e social trouxe relevante contribuição ao mestrado, com grande participação de professores, alunos do mestrado e da graduação, de ex-alunos e outras pessoas”, observou o coordenador do mestrado, Luis Antônio Campos.

“A exposição sobre a atuação do psicólogo hospitalar e da saúde junto ao contexto de pandemia por covid-19 nos fez não somente refletir sobre esse momento tão atípico, como também nos convidou a rever a relação entre teoria, pesquisa e atuação. Convidou-nos a uma revisão sobre nosso papel na Psicologia e a responsabilidade que ele tem e exige”, complementa a professora da graduação e do mestrado, Luciana Senra, uma das organizadoras do evento. 



A atividade foi aprovada pelos alunos, que destacaram a relevância de se falar sobre o tema.

“A professora nos conduziu, baseada em suas pesquisas e práticas, a observarmos o quadro, ainda agitado, pintado pela realidade da covid-19. Qual o papel da Psicologia nesse momento? Quais estratégias podem ajudar? Onde e como atua a Psicologia Hospitalar e da Saúde nesse momento? Quem cuida dos psicólogos que cuidam dos outros profissionais da saúde? Entre outros questionamentos. Foi um momento muito rico onde a experiência de alguém totalmente inserida nessa realidade de atuação na pandemia colaborou bastante com a nossa formação”, disse o mestrando em Psicologia da UCP, Eraldo Bittencourt.

Concorda com ele a estudante do 9º período de Psicologia da UCP, Rafaela Fritz. “Foi uma grande oportunidade aprender com alguém que, além do saber científico, tem vivido na prática esse momento tão difícil de pandemia. Fez com que refletisse sobre os desafios e oportunidades que nos aguardam como psicólogos nesse novo mundo que nos espera. Sinto-me cada dia mais orgulhosa da profissão que escolhi”, comenta.

“O período exige adaptações urgentes nas práticas dos profissionais de saúde e essas discussões contribuem de maneira significativa. Neste momento precisamos explorar as ferramentas on-line para informação e produção de conhecimento”, conclui a professora da graduação e do mestrado, Cristiane Moreira, que também organizou o evento.